Escolha uma Página

Masterização Analógica ou Digital? Vantagens e desvantagens

Você tem dúvidas sobre Masterização Analógica ou Digital? Conheça as vantagens e desvantagens nesse post e veja qual a melhor opção para você.

Quem não enche os olhos ao entrar em um belíssimo studio, cheio de equipamentos, para realizar a Masterização de uma música? Mas, será que para ter uma boa master é necessária uma estrutura assim? Nesse post, falaremos sobre Masterização Analógica e Digital e sobre as vantagens e desvantagens de cada uma delas.

Claro que ter uma série de equipamentos não é algo apenas estético. Se o produtor souber usar o que tem, certamente chegará à sonoridade perfeita. O mesmo se aplica a quem não tem tantos equipamentos, como os produtores de Home Studio, por exemplo.

Se você souber fazer bom uso do que tem disponível, também poderá realizar uma excelente Masterização, usando apenas recursos digitais. Afinal, a Masterização Digital foi desenvolvida para ser tão boa quanto a analógica.

O segredo aqui, é ter sensibilidade, um bom ouvido musical e muito conhecimento sobre áudio. A Masterização, assim como a Mixagem e os demais processos envolvendo o áudio, é uma arte que precisa ser dominada, tanto quanto tocar um instrumento ou cantar.

Para ajudar você a dar os primeiros passos rumo a esse domínio, criamos um guia completo sobre Masterização. Com esse guia, você vai poder entender como funciona o processo da Master, bem como os elementos e recursos presentes no processo. Não deixe de ler.

A ideia desse post não é dizer se a Masterização Analógica é melhor que a Digital, ou vice-versa. Vamos fazer um comparativo para que você decida qual a maneira mais adequada a você, considerando os recursos que você tem disponíveis para trabalhar.

Masterização Analógica – Eficiente, tradicional e bastante cara

Masterização analógica

Quando se fala em produção de áudio analógica, duas coisas devem ser consideradas: qualidade e preço. Isso porque é inegável que a produção analógica oferece a sonoridade pura e real, o que já pode ser apontado como a maior vantagem, no caso da Masterização.

No entanto, o custo de uma Masterização analógica é bastante alto, mesmo que sua ideia não seja montar um studio pra realizar isso. Contratar um studio analógico para masterizar, vai custar um valor que justifique o investimento que o dono do studio teve que fazer pra oferecer o serviço.

Mas, se você dispõe de poder aquisitivo, certamente vale muito a pena. Bom, vamos explorar um pouco as vantagens e desvantagens da Masterização Analógica para que você entenda um pouco melhor.

Pontos fortes

Como já falamos logo acima, a principal vantagem da Masterização Analógica é a precisão dos equipamentos. Você deve estar questionando como não haveria precisão no processo analógico se ele é baseado em programação, ou seja, puro cálculo.

A questão é que a máquina não faz o processo sozinha, o ouvido humano ainda é a chave. Nesse caso, a clareza e pureza do som analógico facilita o processo, sobretudo se o produtor utilizar equipamentos de alta qualidade.

Outra vantagem da Masterização Analógica é que o tempo de trabalho com os equipamentos vai criando afinidade. Afinal, ninguém vai ficar trocando de equipamentos a todo tempo, não é?

Por fim, o som puro e real dos equipamentos é mina de ouro da master analógica. Não estamos falando aqui de emulações ou simulações. Você ouve o real som de válvulas, fitas e tudo mais que tiver direito.

Pontos fracos

Já podemos começar essa lista repetindo sobre o alto custo. Ter equipamentos de áudio analógicos custa muito, mas muito dinheiro. Se você considerar um rack básico de Masterização analógica, com dois equalizadores, dois compressores, um saturador e um gravador de rolo, já terá que desembolsar uns R$ 60.000,00.

Isso sem considerar mesa de som, cabeamento e estrutura de montagem. Ou seja, custa muito dinheiro ter equipamentos analógicos para Masterização. Outro problema é o espaço que tudo isso ocupa. Em um Home Studio, é praticamente impossível ter algo assim.

Então, todo esse custo acaba passando para os clientes do studio. Isso confirma que a maior desvantagem da Masterização analógica é o preço.

Outro ponto negativo é uma certa limitação que os equipamentos analógicos podem oferecer. Se, por um lado é vantajoso conhecer bem e saber todos os parâmetros possíveis, por outro é difícil poder experimentar coisas novas sem acrescentar novos equipamentos.

Sendo assim, você terá que continuar expandindo seu studio sempre. Do contrário, poderá chegar a um limite de possibilidades no processo de Masterização.

Vale mencionar que, no caso da Masterização, muitas vezes, menos é mais. Então essa desvantagem não é tão significativa assim.

Masterização Digital – Um infinito de possibilidades e de perigos

Masterização Digital

Você deve estar pensando agora que a Masterização Digital é o total oposto da analógica, certo? Bom, não é bem assim. A Masterização Digital foi desenvolvida para facilitar o processo e para ser realizada com o mínimo de equipamentos.

Quando falamos em poucos equipamentos, estamos falando de apenas um computador, nos casos mais simples. Mas, no geral, um kit de Home Studio e um bom pacote de Plugins VST já dão conta do recado.

Assim como a Masterização Analógica, a Digital tem suas vantagens e desvantagens. No entanto, pensando em um Home Studio, dificilmente optaremos por montar um set up analógico.

Pontos fortes

As principais vantagens de se optar por realizar a Masterização Digital, sem dúvida, são o que apontamos como pontos fracos na Analógica. Pois, sem dúvida, custa muito menos montar um Home Studio.

Apenas para se ter uma base, um kit de Home Studio da Focusrite, um dos melhores do mercado, um pacote de Plugins T-Racks e um computador razoável vão custar menos de R$ 10.000,00. Seis vezes menos que um set up básico para um studio analógico.

Outra grande vantagem é que você não precisa de um espaço maior do que um canto da sua sala. Afinal, todos os seus efeitos estão dentro do computador e o kit de Home Studio cabe em qualquer mesa pequena.

Por fim, um grande ponto positivo da Masterização Digital é a infinita gama de combinações possíveis. Sem contar a quantidade de plugins gratuitos que você pode encontrar para expandir seu set up de Masterização.

Assim, você tem muito mais cartas na manga na hora de experimentar novas sonoridades e efeitos na sua Master digital.

Pontos fracos

Um problema que todo produtor de Home Studio enfrenta, sobretudo no início, é o preconceito. Só dizer que realiza Masterização Digital já faz muitos artistas apaixonados por grandes studios olharem torto. Isso pode causar desmotivação em quem está iniciando a carreira como produtor.

Outro problema da Masterização Digital, que nem é um problema tão grande, é o fato de todos os efeitos serem emulações. Embora existam grandes desenvolvedores, como a Waves por exemplo, que desenvolvem Plugins bem fiéis aos equipamentos reais, alguns podem não ser tão fidedignos assim.

Escolher bem os Plugins que vai usar é a solução para esse problema. Talvez seja necessário desembolsar uma grana, mas certamente valerá a pena.

Por fim, mais um paradoxo. Se é uma vantagem ter mais opções de combinações e efeitos, pode também ser perigoso misturar as coisas e bagunçar tudo. Quando se tem muitas opções, é fácil se perder em algum momento.

Portanto, é importante considerar a máxima do “menos é mais” também para a Masterização Digital.

Mas afinal, devo optar por Masterização Analógica ou Digital?

Analógico vs digital

Fazendo um comparativo entre a Masterização Analógica e a Digital, vemos que há um equilíbrio entre as vantagens e desvantagem de cada uma delas. O que vai determinar qual é a melhor para você é o tipo de produtor que você quer ser.

Não adianta ter um studio cheio de equipamentos e não saber como usá-los. Da mesma forma, não adianta ter bons plugins e não conseguir tirar um bom som deles. Se você tem recursos financeiros disponíveis para adquirir equipamentos, não deixe de fazê-lo.

No entanto, não desista de trabalhar com áudio por não ter muito dinheiro. Dá para realizar ótimos trabalhos com poucos recursos. O mundo digital possibilita a realização dos nossos sonhos.

Uma coisa importante a se considerar na hora de optar pela Masterização Analógica ou Digital, é que atualmente as músicas são distribuídas em plataformas digitais. Isso significa que, mesmo trabalhando com equipamentos analógicos, seu áudio final será digital.

Então, por que não unir as duas coisas na hora de Masterizar? Experimente a união de equipamentos analógicos com Plugins VST. O resultado pode surpreender você.

Considerações finais

Enfim, tanto a Masterização Analógica quanto a Digital tem suas vantagens e desvantagens. No entanto, não importa qual modalidade escolher se você não tiver domínio do processo.

Seja com equipamentos analógicos ou com Plugins digitais, saber o que fazer é o segredo para uma boa Masterização. Conhecimento é a chave para ir longe na produção de áudio. Esse é o investimento mais importante a se fazer.

Para que você adquira conhecimentos sem gastar muito, o Portal da Produção oferece cursos completos, que vão desde a Produção Musical até à Masterização. São 19 cursos, criados pelo professor Márcio Mourão, um produtor musical com mais de 10 anos de experiência.

Se você quer ter uma amostra do que o Portal da Produção oferece, acesse nosso site e baixe conteúdos gratuitos. Faça o Download de Packs de Plugins e veja aulas grátis que já servirão para ampliar sua visão a respeito do áudio. Não perca essa chance.

A Netflix do Produtor Musical

Conheça o Portal da Produção, a plataforma online com todo o que você precisa para ganhar dinheiro como produtor musical